Docentes Ativos

Francisco Cabral Alambert Junior

 

 

 

 

Professor do Departamento de História da Universidade de São Paulo. Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1991) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1998). Foi conselheiro do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico e pesquisador-bolsista em Produtividade do CNPQ. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social da Arte e da Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: história da cultura, história da arte, intelectuais, modernismo e critica de arte. (Texto informado pelo autor)

Sala: Corredor
E-mail: alambert@usp.br
Currículo Lattes
Linhas de Pesquisa: História da Arte, Mundo Contemporâneo/ Brasil Contemporâneo

Francisco Carlos Palomanes Martinho

 

 

 

 

O pesquisador é a favor da manutenção do Ministério da Ciência, Tecnologia Inovação, contra a redução de verbas para a produção científica, a favor do retorno à normalidade democrática com a volta do governo da presidenta eleita e o respeito à Constituição Cidadã de 1988. Graduado em História pela Universidade Federal Fluminense - UFF (1989). Mestre em História Contemporânea pela UFF (1994) e doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2000). Atuou como Investigador Visitante junto ao Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa entre março e agosto de 2007. Professor Livre Docente de História Ibérica junto ao Departamento de História da Universidade de São Paulo - USP. Bolsista de Produtividade do CNPq desde 2003. Suas pesquisas se concentram na análise dos intelectuais, do pensamento conservador-autoritário e das identidades nacionais no Portugal Contemporâneo.
(Texto informado pelo autor)

Sala: L2
E-mail: fcpmartinho@gmail.com
Currículo Lattes
Linhas de pesquisa:História Política; História Intelectual e dos Intelectuais; História das Instituições.

Orientações
Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado
 
Publicações
MARTINHO, F. C. P. O Estado Novo e a historiografia portuguesa: sobre a questão do fascismo. In: FREIRE, A; NUNES, J. P (Organização). Historiografias portuguesa e brasileira no século XX. Coimbra: Ed. Universidade de Coimbra, 2013, p. 111-146.
MARTINHO, F. C. P. A extrema direita portuguesa em dois momentos. In: Studia Histórica. Historia Contemporanea. Revista do Departamento de História da Universidade de Salamanca. Issn: 0213-2087. Vol. 30, 2012. 
MARTINHO, F. C. P. A monografia de um tempo português. In: Tempo. Revista do Departamento de História da UFF. V. 31, 2012. p. 313-316.
MARTINHO, F. C. P. & FREIRE, A. Lembrar Abril: as historiografias brasileira e portuguesa e o problema da transição para a democracia. In: História da Historiografia. Vol. 10, p. 124, 2012.
MARTINHO, F. C. P. Um outro intelectual: perspectivas historiográficas contemporâmeas. In: História da Historiografia. V. 9. p. 284-291.
MARTINHO, F. C. P; LIMONCIC, F (Org). Intelectuais do anti-liberalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.
MARTINHO, F. C. P. Corporativismo e organização do trabalho no Estado Novo português. In: Didier Musiedlak. (Org.). Les Expériences Corporatives dasn l'Aire Latine. Berne: Peter Lang, 2010, v. 53, p. 325-344.

Gabriela Pellegrino Soares

 

 

 

 

Professora Livre-Docente de História da América Independente da Universidade de São Paulo e bolsista produtividade em pesquisa do CNPq. É coordenadora do LEHA/USP (Laboratório de Estudos de História das Américas) e da equipe brasileira do projeto internacional, com universidades da França e dos Estados Unidos, "Dicionário de História Cultural Transatlântica (fim do séc. XVIII ao séc. XXI)" [FAPESP/ Agence Nationale de la Recherche (ANR)/ University of Berkeley]. Suas pesquisas têm se concentrado nos seguintes domínios da história política e cultural da América Latina nos séculos XIX e XX: a história indígena, particularmente no Peru e no México, e a história da educação, dos usos da escrita e da produção e circulação de impressos, sobretudo na Argentina, no Brasil e no México. É autora, entre outros, do livro Semear horizontes: uma história da formação de leitores na Argentina e no Brasil (1915-1954), publicado pela editora da UFMG (2007), que recebeu o Selo Altamente Recomendado da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Também, com Maria Ligia Coelho Prado, de História da América Latina, editado pela Contexto (2014). Foi vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História Social da USP entre 2011 e 2014, primeira secretária da Diretoria da ANPUH Nacional (2013-2015) e representante da Associação nas Assembleias Gerais do CISH (Comité International des Sciences Historiques), em 2013 e 2015, na Hungria e na China. É colaboradora da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP, Fundação Padre Anchieta/TV Cultura). É pesquisadora associada da Biblioteca Brasiliana/USP. Orienta pesquisas de Doutorado, Mestrado e Iniciação Científica.
(Texto informado pelo autor)

Sala: Corredor
E-mail: gabriela.pellegrino@terra.com.br
Currículo Lattes
Linhas de pesquisa:Geral: História Política, História Cultural; América Latina séculos XIX e XX.
Específico: História dos impressos, da leitura, da educação e das mediações culturais e políticas; história indígena nos séculos XIX e XX.

Orientação dada
Em nível de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado.

Algumas publicações
- Primeras letras, mediación cultural y Revolución en los pueblos del centro-sur de México a fines del siglo XIX y principios del XX. In. PALACIOS Y OLIVARES, Guillermo (Org.). XIII
Reunión de Historiadores de México, Estados Unidos y Canadá, 2011. Comunicações on line aprovadas na segunda fase da seleção.
http://13mexeuacan.colmex.mx/Ponencias%20PDF/Gabriela%20Pellegrino.pdf

- A Revue des Deux Mondes em face da América espanhola oitocentista: projeções imperiais e apropriações nacionais. In. BEIRED, J. L., CAPELATO, M. H. e PRADO, M. L. (Orgs.). Intercâmbios políticos e mediações culturais nas Américas (séculos XIX e XX). Assis: FCL-UNESP Publicações; São Paulo: Laboratório de Estudos de Histórias das Américas, 2010.
http://www.fflch.usp.br/dh/leha/

- Novos meridianos da produção editorial em castelhano: o papel de espanhóis exilados pela Guerra Civil na Argentina e no México. Varia Historia (Belo Horizonte), Departamento de História, Universidade Federal de Minas Gerais, n. 38, julho/dezembro 2007.
http://www.scielo.br/pdf/vh/v23n38/v23n38a09.pdf

Páginas